Homem que confessou estuprar e matar idosa na BA tomou café e banho de piscina na casa dela

FRANCO ADAILTON
SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - Um suspeito de roubar, estuprar e esganar até a morte uma idosa de 67 anos decidiu aproveitar a estrutura da casa da vítima, em um condomínio de alto padrão em Salvador. Imagens de câmeras internas mostram ele tomando café e banho de piscina no local. O suspeito foi preso nesta quinta-feira (30), horas depois do assassinato.


Segundo a polícia, Cristian de Jesus Santos, 23, confessou ter matado Maria Helena Mazzei Pereira. Ela era viúva do juiz Rui Vinhas Pereira, morto em 2012, e também sogra do atual secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitorio, casado com a filha dela, Fabíola Mazzei Pereira desde 2014.


O crime ocorreu no Ondina Apart Hotel, um dos endereços mais valorizados de Salvador, em Ondina, bairro que faz parte do circuito do Carnaval na capital baiana. A vítima morava no sétimo andar do prédio, onde o homem prestava serviços havia uma semana para uma imobiliária.


Segundo a Polícia Civil, Santos foi preso no bairro da Liberdade, periferia de Salvador, onde o celular da vítima foi encontrado em uma caixa medidora de consumo de energia, próxima à casa da avó do criminoso, que também subtraiu a bolsa da idosa.


Ele trabalhava como pintor em um apartamento localizado no mesmo andar do da vítima, além de em outra unidade no quarto andar. Souza bateu à porta da idosa para pedir um copo de água, mas quando ela voltou, forçou a entrada no imóvel e cometeu os crimes.


A reportagem não conseguiu localizar a defesa do pintor.
Por meio de nota, o empreendimento informou que o suspeito tinha autorização da procuradora do imóvel para acesso livre às dependências do condomínio e ao apartamento para o qual foi contratado para a realização de obras, conforme as normas de segurança do Ondina Apart.


O comunicado reitera que haverá uma reunião ainda nesta sexta (1º) para propor o endurecimento das regras de segurança interna e externa, mas que, de modo antecipado, a administração adotou um reforço de vigilância noturna.


Ainda de acordo com a nota, "a administração do imóvel informa que nunca houve problema do tipo no condomínio em 35 anos de funcionamento e que não poupará esforços para evitar episódios semelhantes".


A Secretaria da Segurança Pública da Bahia, por meio da Polícia Civil, informou que Souza foi autuado em flagrante por roubo, estupro e homicídio.

Recentes

Recomendados